O Festival

Bem-vindos ao Curta com Teatro! Bienvenue! Welcome!

livro Notre Ile - tradução

O Curta com Teatro no Forte de Copacabana é a continuidade do trabalho iniciado em Paris, onde interpretei muitas vezes a cigana Esmeralda de Victor Hugo, citada no livro sobre os moradores da Ilha de Saint-Louis.

Foi nessa ilha bem no centro de Paris, que criamos uma versão contemporânea dos Salões Parisienses do século XIX, que inclui a sétima arte: o cinema. Durante dois anos, todos os domingos, desenvolvemos um programa variado em francês e inglês,  com filmes, peças e improvisação. >Veja aqui

Em sua versão carioca, propomos um programa diferente no terceiro sábado do mês de abril a dezembro, às 18 horas, fazendo parte da programação cultural do Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana e no terceiro domingo, às 11 horas, no Museu Militar Conde de Linhares, em São Cristovão.

O programa bem variado, com um filme curta metragem, uma peça teatral curta e improvisação, tem uma hora de duração. No final temos um bate papo com os artistas e convidados

A entrada é franca com retirada de senhas a partir das 17 horas no Forte de Copacabana.

O tema da TEMPORADA 2016 é “Encontros e Desencontros do Amor”.

Os filmes curta metragem exibidos pertencem ao acervo do Centro Técnico Audio Visual , da Secretaria do Audio Visual do Ministério da Cultura, da Cinemateca da Embaixada da França e do Instituto Francês. Graças à essas parcerias com o Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana, o público tem acesso à verdadeiras pérolas da cinematografia nacional e francesa, filmes de Humberto Mauro, Jacques Tati, Jurandyr Noronha, Agnès Varda, Walter Lima Jr, entre outros.

As peças teatrais curtas, comédias leves, foram escritas por autores nacionais e franceses consagrados como Arthur Azevedo, Georges Feydeau, Machado de Assis, Courteline e Martins Pena e retratam a vida da sociedade carioca do século XIX e XX.

Um vídeo de apresentação com legendas em inglês, de duração média de 5 minutos, apresenta o filme curta metragem, o autor da peça de teatro e a sinopse da peça curta, facilitando a comunicação com o público estrangeiro que visita o Forte de Copacabana.

As improvisações no final, deixam o público à vontade, para sugerir palavras soltas, que rapidamente compõem o tema da improvisação.

O Curta com Teatro mantém a Oficina de Improvisação Integrada no Solar Meninos de Luz, Sociedade Filantrópica, que que garante o ensino escolar à 400 crianças das Comunidades de Cantagalo, Pavão e Pavãozinho. As aulas acontecem semanalmente com os professores Hissa de Urkiola e Guy Fouché. Os alunos e o público em geral são convidados a participar das Improvisações.

Após as apresentações o público é convidado à um bate papo, onde é servido um cafezinho, cortesia do Forte de Copacabana, e são abertas as portas da varanda do teatro, permitindo apreciar a vista noturna da praia de Copacabana e Pão de Açúcar.